Juns - Planejamento e Avaliação de Negócios
Página inicialContatoMapa do site
Você está em: Home > Serviços > Captação de recursos > FAPESP – PIPE

FAPESP – PIPE - Pesquisa Inovativa na Pequena e Micro Empresa

 

Finalidade e Objetivos
Destina-se a apoiar a execução de pesquisa científica e/ou tecnológica em pequenas empresas sediadas no Estado de São Paulo. Os projetos de pesquisa selecionados para apoio no PIPE deverão ser desenvolvidos por pesquisadores que tenham vínculo empregatício com micro ou pequenas empresas ou que estejam associados a elas para sua realização.

 

Características do PIPE
As propostas de pesquisa submetidas ao PIPE devem ser organizadas em 3 Fases:

Fase 1: Análise de Viabilidade Técnico-Científica;

Fase 2: Desenvolvimento da Proposta de Pesquisa; e

Fase 3: Aplicação dos resultados visando a comercialização do produto ou processo que foi objeto da inovação criada a partir da pesquisa apoiada nas FASE 1 e/ou FASE 2.

 

A Fase 1

  • Duração prevista de nove meses, destina-se à realização de pesquisas sobre a viabilidade técnica da pesquisa proposta.

  • O valor máximo de financiamento previsto para a FASE 1 é R$ 200 mil para cada projeto. Este valor deve incluir todos os custos, considerando também as Bolsas de Treinamento Técnico e Bolsa de Pesquisa em Pequena Empresa.

  • A pequena empresa deverá desenvolver internamente pelo menos 2/3 (em valor) das atividades desta fase, podendo, excepcionalmente, e desde que a proposta contenha a justificativa técnica e comercial para isso e seja aprovada pela FAPESP, subcontratar o 1/3 (em valor) restantes de outras empresas ou consultores.

  • Ao final de 9 meses, o Pesquisador Responsável deverá apresentar um Relatório Técnico Final da FASE 1 e a Prestação de Contas dos recursos investidos pela FAPESP.

 

A Fase 2

  • Duração prevista para até vinte e quatro (24) meses, destina-se ao desenvolvimento da proposta de pesquisa propriamente dita.

  • O valor máximo de financiamento previsto para a Fase 2 é de até R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) para cada projeto. Este valor deve incluir todos os custos, considerando também as Bolsas de Treinamento Técnico e Bolsa de Pesquisa em Pequenas Empresas.

  • A pequena empresa deverá desenvolver internamente pelo menos 50% das atividades desta fase, podendo excepcionalmente, e desde que a proposta contenha a justificativa técnica e comercial para isso e seja aprovada pela FAPESP, subcontratar os 50% restantes de outras empresas ou consultores.

  • A concessão será feita para os projetos que demonstrem sucesso na Fase 1 e a avaliação dará prioridade às propostas que documentem compromisso de apoio financeiro de alguma fonte para o desenvolvimento da Fase 3 (de desenvolvimento de novos produtos comerciais baseados nas fases anteriores).

  • O interessado no apoio de recursos do PIPE poderá entrar diretamente com proposta de pesquisa para a FASE 2 do Programa sem a necessidade da FASE 1. Neste caso deve ser apresentada justificativa circunstanciada para a não necessidade da Fase 1, além de toda a documentação obrigatória

  • Para receber o financiamento para a Fase 2, a pequena empresa terá, ainda, que apresentar um Plano de Negócios para a comercialização dos novos produtos e descrevendo como a empresa vai obter os financiamentos necessários para isso.

 

A Fase 3

  • Na Fase 3 do Programa de Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas espera-se que a pequena empresa realize o desenvolvimento comercial e industrial dos produtos, baseados nos resultados das fases 1 e 2. Espera-se que a FASE 3 seja realizada pela pequena empresa ou sob sua coordenação.

  • Os recursos para a FASE 3 devem ser obtidos pela empresa junto ao mercado ou outras agências de financiamento a empresas.

 

Entre em contato conosco

Copyright © 2008 Juns - Desenvolvido pela Audax